Um ano de uma grande mudança no cenário

Fala Galera, em um ano muita coisa mudou no nosso amado jogo. A ida de alguns times para fora do país a movimentação da Games Academy para fazer que o CS:GO esteja em evidência no cenário, para quem chegou agora e perdeu alguma coisa, acompanhe os principais fatos nesse um ano pós ESWC Paris.

1- Kabum na ESWC Paris 2014 – A reinvenção de um cenário, ter uma equipe em um torneio importante depois de tanto tempo, sim, os resultados foram péssimos e logo os brasileiros críticos por natureza começaram a dizer barbaridades, fazer comparações e ainda previsões de insucessos da equipe Fallen e cia. Na época havíamos
acabado de encerrar alguns campeonatos bacanas no Brasil Mega Arena x5 e BGS, mas, levar um time para estar disputando entre os melhores trouxe uma visibilidade imaginável na época, para um cenário de outros jogos com maior poder de marketing.

kabum.fps-eswc-foto-hltv

2- A volta de um cenário forte – a Kabum pisou em Paris eu pensei poxa o ‘CS’ tem muita lenha pra queimar ainda. Um amigo meu na época me passou a conta dele pois ele não jogava. Eu jogava outros FPS’s mas achei fantástico as táticas do CS:GO, isso me deixou alucinado para jogar e ainda levei muita coisa que vi no CS:GO
para outros jogos, e sim a Kabum na época não fez isso somente comigo mas com milhares de pessoas se atentaram a tal fato como jogadores de outros Fps, era absolutamente muito bacana o barulho que tudo isso fez.

3- Kabum.TD – Aqui está um divisor de águas entre organizações, você pega os dois times com as melhores lines
do país e coloca pra jogarem juntos… Não foco no time da Kabum.TD mas sim nos kick’s FnX, Hen e Lucas, ou seja, praticamente uma line forte já estava formada. Eu imaginei que os três iriam montar uma line juntos, mas, depois de tanto bater cabeça o FnX está com os gêmeos novamente e o time mandando muita bala (Hoje como GA). A Kabum.TD trouxe resultados expressivos logo de início, nos campeonatos via internet, eis que surge um inesperado invite da MLG organização americana de games que acabava de desembarcar no Brasil e lançou de primeira uma enorme oportunidade de levar uma equipe para jogar o X-games Aspen, campeonato tradicional de esportes radicais, a trajetória desse campeonato mudou a vida de Fallen, Boltz, Fer, ZqK e Steel, uma vitória esmagadora sobre o Cloud9 e uma vitória sobre o Fnatic trouxe simplesmente a chance de disputar um major.

4- Qualificatório para a ESL katowice – Uma viagem para os Estados Unidos mudou o destino da Kabum.TD, uma viagem de 1 ou 2 semanas e com data de volta pós o campeonato do X-Games e cluchcom enviou a equipe brasileira para a Polônia. Dado início ao qualificatório (se você chegou a acompanhar os times em que o Fallen joga já sabe emoção é o ponto forte) derrota no primeiro jogo e tabela lower, e lá vem os brasileiros no chat da stream criticando e depois de atropelar os adversários GG WP Kabum.TD estava classificada para jogar o major.

5- ESL Katowice – O que esperar da entrada em um campeonato onde não tínhamos nenhuma tradição (ainda), simplesmente a Kabum.TD já havia virado passado, eis que era algo renovado Keyd Stars uma organização que recebia pela primeira vez jogadores de CS:GO, isso gerou um grande tumulto e trocas de farpas entre Kabum.fps e o capitão Gabriel ‘Fallen’ Toledo.

6 – Pós-ESL Katowice – Um convite inesperado para jogar a temporada da ESL-ESEA e logo um segundo lugar em toda temporada ficando atrás apenas da equipe do Cloud9 e lá vai Keyd Stars jogar o torneio presencial na Alemanha, nessa época já havia muitos comentários negativos sobre a temporada da ESL-ESEA e o Major de Katowice sob o rendimento do ZqK na line da Keyd Stars, muitos rumores iniciaram sob mudanças na line e de organização.

7 – ESL Cologne – Eis que é chegada a hora de anúncios mudança de organização Keyd Stars vira passado para Fallen e cia surgindo uma organização norte-americana Luminosity Gaming, saí ZqK entra Coldezera (ex-Dex). O desempenho da equipe foi regular mantendo a mesma posição do major anterior, estamos falando que eles continuam entre os oito melhores do mundo. Esse Shuffle que aconteceu entre algumas organizações mudou e muito o modo que o cenário estava vindo, KennyS no Envyuns e Cold na LG (pretendo falar sobre a importância dos Shuffles em um próximo post), a LG quase arrancou um terceiro mapa do time da Fnatic e sim é um grande feito, pois, em menos de um ano um país que era quase terra de ninguém no cenário mundial está alicerçado entre os maiores do mundo.

8 – E o cenário brasileiro ? – Com a ida da Kabum.TD/Keyd Stars/LG para o cenário internacional, acabou ficando um pouco órfã e isso foi bom , surgindo um novo time Rampage Killers (que mais tarde trocaria para uma tag que não me recordo e depois para Jayob) criando uma nova rivalidade no cenário principalmente com a final da Golden chance.

9 – Golden Chance – A Games Academy anunciou que iria bancar uma equipe nos Estados Unidos, semifinal disso tudo foi óbvio as 4 melhores equipes do Brasil e a final entre as duas melhores NTC (ex-DeX) x Jayob, melhor de cinco mapas e finalizado em 3×2 para a NTC que acabava de ganhar a tag Games Academy.

10 – Remodelagem – Mais uma vez o cenário brasileiro estava se reinventando a Jaoyob iria nadar em águas tranquilas e surge Keyd Stars e G3x com lines novas trazendo nomes de grande importância com jogadores como Felps, ZqK, B1t, Pava e Michel nomes conhecidos e lines fortes.

11 – Brasil – Em destaque no país o CS:GO ganhou seu espaço, a Keyd anunciou uma ida para Portugal após perder para a Jayob na final da Mega Arena e um dia depois de perder para a Jayob venceu o time do G3x na final da Liga GA 1ª divisão.

12 – GA lan cup – Confesso que torci pra uma final Jayob x G3x, mas a equipe da Jayob não rendeu e caiu na primeira fase e com muita surpresa waytoomany chegou, a experiência falou mais alto G3x campeão da 1ª GA Lan Cup.

13 – keyd Stars e GA – Ambas equipes entraram na disputa para uma vaga no próximo major a Dream Hack Cluj, a GA bateu na trave no último jogou acabou sendo desclassificada para jogar o classificatório presencial , já a Keyd Stars foi eliminada pela LDLC logo na estréia.

Bom galera pra você que perdeu o último ano, tudo isso fez com que o nosso querido joguinho e motivo de muita briga com nossas mães, namoradas e esposas (kkk). Eu particularmente torço muito para que isso cresça mais e que o Mibr seja passado e esteja somente no nosso hall da fama brasileiro do cs 1.6 e que possamos ter times como exemplo no CS:Go, nada contra o Mibr seus feitos foram incríveis, mas é necessário que surjam novos times, novos nomes e novos mitos, também torço por muitos times e jogadores que voltaram como a equipe da G3x.

Esqueci de algo ? Ajuda ae me manda o que você acha que possa ser adicionado nesta análise.

By
Bacharel em administração, Palmeirense fanático, palestrante desmotivacional, adepto a barba de mendigo, amante de qualquer Fps, estudante de CS:GO aficionado e newbie nas horas vagas. :)

6 Comentários

  1. Uma notícia bem escrita e completa! Parabéns Jean, está no caminho.

    Replicar
  2. Nice, o cenário de CS:GO sempre forte e dominante. Que continue assim.. SiteCS parabéns pela matéria, precisamos de mais contribuições assim, pois ultimamente estamos carente de informações.

    Replicar
    • Jhoo obrigado pelo comentário em nome da equipe agradecemos estamos correndo atrás para sempre trazer o melhor conteúdo abraço

      Replicar
  3. Parabéns! Eu que jogava apenas CS 1.6 e não quis trocar para o CS:GO por questão de adaptação e jogabilidade fiquei pra trás. Hoje voltei a jogar e vi que mudou bastante o cenário. Essa matéria me fez ver que o CS ainda não acabou e que o BRASIL está sendo muito bem representado. Que novos jogadores apareçam e continuem.

    Replicar
    • haha … bacana Rodrigo garanto pra você que todos os players brasileiros em sua maioria também não queriam mudar, tenho CS:GO no x-box e ele não recebeu muitas atualizações a primeira versão (demo por exemplo) é muito tosco, um jogo meio sem sentido e assustador, perdia a dinâmica do 1.6. Graças a Deus acertaram e muito depois disso e o CS é CS … Manda muita bala … se quiser me add na steam a gente joga ae 🙂

      Abraço

      Replicar
  4. Muito boa a matéria !

    voltei a jogar CS a pouco tempo… e depois de muito tempo parado, notícias são o que nos salvam de tomar um headshot nessa vida de gamer…

    matéria bem completa e muito informativa. Gostei ! Parabéns !

    continue escrevendo Jean !
    estamos no aguardo !
    abraços !

    Replicar

Deixa uma resposta

Your email address will not be published. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*