A Valve lançou uma nova atualização que trás grandes novidades para o combate de Anti-Cheaters no Counter-Strike: Global Offensive.

Funciona como uma espécie de tribunal online, chamado de ”Overwatch” bastante comparado ao tribunal do game League Of Legends.
Os membros da comunidade chamado de ”Investigators” obviamente investigadores em inglês,  são escolhidos com base na sua atividade no jogo, um quesito formado por vários outros sub-quesitos tais como habilidade, tempo online, vitórias, idade e outras estatísticas, eles recebem um replay com a chamada “cena do crime” que é reproduzida em 8 ângulos diferentes para avaliar e dar a sentença mais adequada ao caso.
Serão disponibilizados para o debate dos investigadores três sentenças: Majorly Disruptive (cheater), Minorly Disruptive (abuso ou desrespeito) E Insufficient Evidence (falta de provas).
O nome do “suspeito” não é divulgado, apenas quando a sentença já é declarada, essa espécie de tribunal será bastante útil e introduzida segundo a Valve para pegar os famosos Cheaters, na nossa língua brasileira os conhecidos Xitões hahaha.
A Valve tem conhecimento e disse que mesmo na steam com o apoio do EAC (Easy Anti-Cheat)  ainda sim existem muitos players que usam trapaça e que não tem como evitar, e que a introdução dessa nova prática o uso do mesmo cairá cerca de 50% e também não só ajudar a cair o uso de cheaters mas também organização e ética nos servidores e facilitar o trabalho dos admins.

E você? apoia essa atitude da Valve? Será que ela deveria incluir isso no Counter-Strike: 1.6 e Source? E nos servidores multi-protocolo e Non Steam? Também? Não esqueça de comentar e ficar ligado no nosso site e fórum: www.sitecs.net/forum
PARA SABER MAIS SOBRE O OVERWATCH ACESSE O SITE OFICIAL DO COUNTER-STRIKE: www.counter-stike.net