A Inteligência Artificial na guerra contra cibercrimes

27 abril 2023 | 106 | 0
A Inteligência Artificial na guerra contra cibercrimes

Ao se falar sobre a guerra contra os crimes praticados na internet, é importante destacar algumas características sobre o quanto a Inteligência Artificial - IA pode contribuir para o enfrentamento desses cibercrimes. Dessa maneira, diante de um mundo digital em que várias pessoas físicas ou jurídicas se tornam, diariamente, vítimas desses crimes digitais, é imprescindível destacar e compreender que o campo digital está se tornando, cada dia mais, terra insegura. Assim, a segurança no mundo cibernético se tornou um tema de grande preocupação, principalmente no ramo empresarial, em que há uma grande circulação de recursos financeiros.

Diante disso, foi realizada uma pesquisa para determinar o ranking dos lugares em que mais ocorrem os ataques cibernéticos. Por meio desse estudo, foi possível constatar que o Brasil está entre os 5 países que mais sofrem com crimes cibernéticos. Os criminosos realizam o ataque por meio do ransomware, uma técnica de malware utilizada com a finalidade de capturar dados da vítima. Além disso, pelo fato de o mundo digital estar presente, cada vez mais, nas vidas das pessoas, os criminosos também migraram para o mundo digital para praticar os cibercrimes. Assim, as pessoas e as firmas estão utilizando, cada vez mais, a internet para fazer operação financeira, apostas esportivas, etc. Uma dica importante para quem aprecia fazer apostas, é acessar apenas plataformas que sejam transparentes e seguras como a casa de apostas GG.BET, assim, o apostador terá a certeza que pode se divertir com segurança.

Baseado nesse contexto, uma das ferramentas que podem ser utilizadas na manutenção da segurança, é a famosa Inteligência Artificial (IA), juntamente com o sistema de aprendizado de máquina. Essas tecnologias que envolvem a IA, além de cooperar para a proteção contra ataques de cibercriminosos, podem também decifrar a localidade em que o criminoso está praticando o delito cibernético. Nesse viés, a IA também é capaz de identificar o tipo de código malicioso que o criminoso está utilizando e, ao mesmo tempo, formular algum tipo de antídoto possivelmente capaz de combater o ataque na rede. Baseado nisso, várias pesquisas constataram que 79% das pessoas que utilizaram da IA como meio de proteção contra os cibercrimes conseguiram amenizar, evitar e reparar os estragos causados pelo crime cibernético.

M√ļltiplas empresas est√£o utilizando uma ferramenta inovadora chamada BaaS. O funcionamento desse artif√≠cio consegue driblar, de forma muito satisfat√≥ria, o ataque cibern√©tico, evitando, assim, a viola√ß√£o dos dados. Resumidamente, o sistema BaaS armazena os dados de maneira descentralizada, e, uma das suas vantagens √© que, nenhuma organiza√ß√£o consegue ter o controle e acesso a totalidade de dados sem ser rastreada. O sistema consegue especificar as informa√ß√Ķes de quem realizou o acesso ao banco de dados, o que contribui muito para a seguran√ßa dos dados armazenados em sites, empresas que utilizam a internet. Diante desse cen√°rio, √© poss√≠vel constatar que √© sempre bom procurar meios para se proteger de ataques criminosos na internet. A IA pode ser considerada uma excelente ferramenta de defesa, pois ela utiliza um sistema inteligente que consegue processar uma linguagem naturalista, fazendo com que haja o aprendizado natural da m√°quina.

Com base nesse contexto, um fator importante a ser destacado, é quanto a transparência e segurança de dados fornecidas pelas empresas que prestam serviços na internet. Mesmo tendo constatado que a troca de dados da empresa acessada pelo navegador de internet demonstra que há segurança e confiabilidade, ainda assim, é preciso que a empresa declare onde os dados do cliente serão utilizados. O fato é que, pelo fato de estarmos amplamente conectados a internet, seja para realizar pesquisas, estudos, compras ou trabalhos, essa exposição de dados chamou a atenção dos criminosos, que se especializaram a cada dia para melhorar a suas técnicas de ataques cibernéticos.

Diante dessa circunst√Ęncia, al√©m de poder utilizar a Intelig√™ncia Artificial na prote√ß√£o contra ataques cibern√©ticos, o usu√°rio da rede tamb√©m pode se prevenir de cibercrimes realizando algumas t√°ticas preventivas. Assim, uma das estrat√©gias √©, sempre que for fazer algum cadastro em alguma plataforma, utilize uma senha forte, a mistura de letras, sinais e n√ļmeros pode ser uma boa. Outro artif√≠cio que pode ser utilizado √© a utiliza√ß√£o de criptografia nos e-mails, isso pode ser realizado por meio da t√©cnica de chaves, ou seja, o receptor da mensagem s√≥ conseguir√° abrir o e-mail se tiver o c√≥digo de acesso, isso garante que a mensagem s√≥ ser√° aberta pelo receptor. Outra ferramenta important√≠ssima √© a manuten√ß√£o do sistema antiv√≠rus sempre atualizado, isso serve para que o sistema de defesa fique atualizado sobre os novos v√≠rus e c√≥digos maliciosos que surgem quase que diariamente. Portanto, essas medidas preventivas somadas a ajuda da Intelig√™ncia Artificial podem trazer um pouco mais de tranquilidade ao navegar pelo mundo digital.

TuGh

Bacharel em Administração de Empresas e Especialista em Marketing pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, fundador do SiteCS e da FC Web, trabalhando em desenvolvimento de sites e campanhas digitais desde 2002.

Coment√°rios