Chegamos ao afunilamento do campeonato, mata-mata é real, uma md3 separa chegar mais perto do título ou ir para a casa.
Se imaginávamos um cenário diferente? Com toda certeza. Ver a CompLexity como cabeça de chave acompanhada da BIG não é o cenário que tínhamos em mente, principalmente depois de ver a FaZe sofrer para passar a primeira fase do torneio.
A fase mais complicada do major é a md3, quando as equipes começam a mostrar tudo o que estão dispostas a fazer, aí surgem novas smokes, novas táticas e novos pézinhos (abraço fnatic).
Veja a análise dos jogos:

11:15

BIG
vs

Natus Vincere

 
A BIG tem sido uma das surpresas do campeonato e irá medir forças com a equipe que hoje detém, talvez, o melhor jogador do mundo Aleksandr “s1mple” Kostylev que vive prova que é um dos jogadores que pode entrar para a história.
Meu palpite que devido a ser uma md3, a vantagem é total da NaVi sendo sempre válido lembrar que a BIG calou a todos na fase Suíça do torneio, talvez 2-1 para os ucranianos.
 

14:45

compLexity
vs

MIBR

 
Em confrontos pela ESL Pro League na última temporada, uma vitória para cada lado, mas agora é na lan onde os verdadeiros se provam.
Se a CoL surpreendeu a todos, a campanha da mibr não deixou a desejar Fernando “fer” Alvarenga e Gabriel “Fallen” Toledo emplacaram pela nona vez consecutiva a vaga entre as lendas provando que são parte da história do Counter-Strike.
Levando os altos e baixos da mibr, acredito eu, que a mibr deva assim como a NaVi ter alguns problemas e levar esse jogo por 2-1 na segunda md3 do dia.
 
GGWP 😀