KaBuM perde seu time de Global Offensive

Bem, você há alguns dias atrás viu a nossa grande alegria em postar em nosso site que uma equipe de Global Offensive brasileira iria participar de um grande torneio na Polônia, a ESL One Katowice, torneio este, que iria distribuir por volta de U$ 250 mil dólares em premiações.

Pois bem, hoje voltamos aqui para dar uma notícia triste, nossos representantes (KaBuM! e-Sports) não vai mais participar deste torneio, devido a uma série de problemas, desta vez não vamos aprofundar muito, mas caso queiram, podem ler a nota que a equipe da KaBuM! e-Sports publicou em sua página do facebook, de antemão podemos afirmar que existem boatos que os mesmos jogadores estariam indo para outra famosa e potencial equipe do nosso cenário brasileiro, a Keyd Stars, porém não é nada certo, FalleN & CIA ainda estão em busca de novos patrocinadores.

csgologo1

Boatos que os jogadores agora conhecidos como ‘Games Academy’ estariam acertando negociações com a Keyd Stars. [Foto: Teamplay.com.br]

Segue, a nota oficial da KaBuM! e-Sports:

Assim como em outras ocasiões, o KaBuM! e-Sports nunca mediu esforços para esclarecer à comunidade gamer do Brasil detalhes internos que coordenam suas modalidades criadas ou patrocinadas, que até a data de hoje eram representadas por duas equipes próprias do jogo League Of Legends e uma patrocinada de Counter-Strike Global Offensive  Infelizmente, mais uma vez, trazemos a notícia de que não contamos mais com representantes no CS:GO. Antes que você, nosso fã, tire qualquer conclusão, pedimos que sua atenção seja voltada para o texto a seguir onde esclarecemos e contamos toda a trajetória das duas tentativas de parceria com a equipe de FPS, ambas acordadas diretamente com o líder da equipe e jogador, Fallen.

O projeto do KaBuM! e-Sports nasceu através do League of Legends. O potencial crescimento do jogo no cenário brasileiro levou a companhia a investir em uma equipe que estava prestes a ser dissolvida por falta de incentivo e estrutura – Nascia assim o KaBuM! e-Sports, organização de jogos eletrônicos fundada e financiada pelo KaBuM! (www.kabum.com.br), maior e-commerce de eletrônicos e informática do país e com um grande objetivo: Investir, incentivar e impulsionar o cenário de e-sport no brasileiro.

O projeto evoluiu, resultados foram alcançados no curto e médio prazo e um plano de expansão para outros jogos foi iniciado, no modelo de patrocínio. Os jogos foram FIFA, CrossFire e CS:GO. Um dos ícones do FPS brasileiro e manager do KaBuM! e-Sports, Bruno Bit, apresentou à organização uma equipe que, com incentivos, poderia novamente trazer a tona o cenário do FPS brasileiro e reativar o interesse de outras organizações naquela modalidade (o que se encaixava totalmente em nossa estratégia de investir, incentivar e impulsionar o cenário) – Mesmo estando este cenário, naquele momento, em declínio. Fomos, inclusive, chamados de “insanos” por investir em um jogo que “já deu o que tinha que dar”.

Todos os jogadores da primeira formação do KaBuM! FPS, conhecida pela “volta dos mitos”, tinham contrato de patrocínio com o KaBuM! e-Sports e recebiam essa verba mensalmente, cada um diretamente em sua conta bancária particular. O potencial destes jogadores somados ao nosso patrocínio resultou em sucesso inicial enorme e, rapidamente, chegamos a várias conquistas. Mesmo com poucas competições e a grande maioria delas com baixa expressão e exposição, o KaBuM! e-Sports manteve integralmente o acordo firmado entre organização e equipe.

Infelizmente, pouco tempo depois, ocorrera um episodio relacionado à conduta de um dos jogadores da equipe que abalou o relacionamento entre o KaBuM! e-Sports e a equipe, já que, mesmo os jogadores e seu líder compreendendo que tal atitude tomada pelo jogador fosse injustificável, a troca do jogador não seria aceita e realizada pela equipe. Nós, como patrocinadores, aceitamos tal decisão tomada pela equipe e concordamos em dar uma segunda chance ao jogador.

Lamentavelmente, devido ao fato ocorrido, um determinado “esfriamento” na relação com a equipe se iniciou e, somado a enorme demanda trabalho criada pela equipe de League of Legends (em plena ascensão), fez com que um distanciamento fosse criado entre organização e jogadores. Devido a esta demanda, o KaBuM! e-Sports, naquele momento, não conseguiu atender as necessidades em que os jogadores da equipe de FPS se encontravam (mesmo, como sempre, cumprindo 100% do que havia sido acordado em contrato).

Por uma decisão tomada por todos os jogadores, houve a solicitação de cancelamento do patrocínio. Os jogadores, a partir daquele momento, continuaram a treinar e jogar, porém com o nome de “Games Academy”.

A equipe, com enorme talento, foi convidada para jogar o ESWC 2014, campeonato Mundial ocorrido na França, no final de 2014. Uma campanha de crowdfunding foi iniciada pelos jogadores (liderada por Fallen) para o levantamento de recursos com o objetivo de participarem desta enorme oportunidade.

O KaBuM! e-Sports se reuniu internamente, discutiu os pontos em que consideramos falhos por parte de nosso patrocínio, estabelecemos melhorias e entramos novamente em contato com Fallen no objetivo de evitarmos que tal oportunidade fosse perdida pelos jogadores por falta de apoio.

Em negociações diretas entre a Diretoria do KaBuM! e-Sports e Fallen, tudo foi passado a limpo e um novo contrato foi realizado entre a equipe e organização – Nele, contemplando equipamentos de alta-performance, recursos financeiros para os jogadores no custeio de alimentação, locação e manutenção de uma Gaming House, além de uma ajuda de custos quando houvessem campeonatos fora da cidade de São Paulo (SP) e uma parceria extra que poderia aumentar ainda mais o valor mensal recebido pela equipe. Neste novo formato de patrocínio, todo o valor firmado em contrato seria mensalmente pago ao líder da equipe, Fallen, que seria o responsável pela gestão e aplicação dos recursos, da forma em que julgassem necessário. Além disso, o KaBuM! custeou adicionalmente mais de R$15.000,00 (Quinze mil reais) para compra das passagens através da companhia aérea AirFrance, que “carimbou” a participação da equipe no tão sonhado evento ESCW 2014.

Ressaltamos que poucos dias após a assinatura do novo contrato, fomos informados por Fallen que, em um acordo comum entre todos os jogadores, foi optado pela não criação de sua própria Gaming House. O KaBuM! e-Sports, novamente, aceitou a opção tomada pelos jogadores e manteve o valor do patrocínio integralmente, mesmo sem a criação de uma GH. O KaBuM!, até hoje, é criticado por fãs da equipe de FPS devido a equipe não possuir uma Gaming House, mesmo esta escolha tendo sido tomada pela própria equipe.
A equipe realizou a participação no evento Europeu e, infelizmente, não atingiu um resultado satisfatório (já parcialmente esperado, devido ao longo tempo de não participação de uma equipe brasileira aos eventos internacionais de CS:GO).

No retorno ao Brasil, Fallen, líder da equipe, entrou em contato com o KaBuM! e-Sports informando que estava insatisfeito com a atual formação e que desejaria realizar a fusão entre o KaBuM! FPS e a Target Down, conhecida como “TD”. A organização foi informada que havia excelentes jogadores na outra equipe e que a soma de recursos financeiros vindos de ambas organizações (KaBuM! e-Sports e Target Down) faria com que uma equipe extremamente forte fosse criada, além de evitar a necessidade de colaboração da comunidade com doações, já que o apoio financeiro recebido de ambas seria suficiente para manutenção da equipe e participação nos eventos.

O KaBuM! e-Sports, mantendo seu objetivo principal de incentivar e impulsionar o cenário nacional, acatou a fusão realizada por Fallen e uma nova equipe foi criada, conhecida como “KaBuM.TD”. Vale ressaltar que, mesmo com a entrada de outro patrocinador, o KaBuM! e-Sports manteve todo o contrato de patrocínio intacto, sem qualquer tipo de alteração de cláusulas ou redução no valor do patrocínio – este valor, continuando sendo pago mensalmente e diretamente à Fallen, líder da agora “KaBuM.TD”.

Surgiu então, no inicio de 2015, a oportunidade para participação do evento MLG, ocorrido em Aspen, Colorado (USA) – 100% financiado pela organizadora do evento. A equipe demonstrou uma evolução satisfatória em comparação ao campeonato realizado na França. A equipe decidiu também, aproveitando a proximidade de Aspen e Denver, jogar a competição Clutch Com.
Durante esta viagem, surgiu o convite para a participação do ESL Katowice Qualifier, que ocorreria na Polônia. A classificação neste evento resultaria na participação do ESL One, no mesmo país.

Para o espanto dos gerentes do KaBuM! e-Sports, recebemos um e-mail do líder da equipe, Fallen, dizendo que para participação deste campeonato na Polônia, seria necessário o KaBuM! e-Sports realizar um aporte (adicional ao valor já pago mensalmente) para a equipe no total de R$27.000,00 (Vinte e sete mil reais). O KaBuM! e-Sports informou imediatamente que isso não seria concedido pois, baseado no acordo em que foi criado a “KaBuM.TD”, estas despesas, quando ocorridas, seriam pagas pelo outro patrocinador. Sem mais detalhes, Fallen iniciou novamente uma campanha de crowdfunding (financiamento coletivo) com a comunidade brasileira de CS:GO no intuito de arrecadar os fundos necessários para a participação no evento. O objetivo foi atingido, a equipe participou do evento e se classificou para o ESL One. O KaBuM! e-Sports foi “bombardeado” por determinados fãs, onde alegavam que não investíamos recursos financeiros na equipe.

Em seu retorno ao Brasil, Fallen, líder da equipe, entrou em contato com o KaBuM! e-Sports alegando que o contrato de patrocínio deveria ser revisto pois os valores pagos mensalmente não seriam mais suficientes para a participação nos campeonatos em que a equipe deseja participar. O KaBuM! e-Sports, no entanto, respondeu alegando que esta informação não procede pois a soma dos valores pagos pelo KaBuM! e-Sports e pela Target Down seriam sim suficientes para o custeio das viagens em questão – Neste momento, de acordo com Fallen, o líder da equipe alegou que nunca recebeu nenhum centavo da organização Target Down e, assim, a equipe precisaria receber este valor adicional – mas queria que este valor fosse pago pela KaBuM! e-Sports, já que ele não tinha “envolvimento no acordo com a Target Down”.

A questão principal levantada pela KaBuM! e-Sports foi: Como não há envolvimento com a Target Down, sendo que Fallen arquitetou, coordenou, apresentou e executou o projeto de fusão entre as equipes? O KaBuM! e-Sports JAMAIS realizou qualquer reunião ou discutiu contratos com a Target Down, já que nosso patrocínio sempre foi exclusivamente para os jogadores.

Neste momento, Fallen também informou que os jogadores da equipe (incluindo ele) já estavam em busca de outro patrocinador caso não aceitássemos custear o valor mensal não recebido pela outra organização – Mas, novamente para nosso espanto, não apenas para substituir a Target Down e sim para substituir o KaBuM! e-Sports (que, fielmente, cumpria todas as cláusulas firmadas no contrato e todos os pagamentos realizados integralmente e em dia).

Hoje, 23/02, após conversa com Fallen, fomos informados que o contrato não será renovado e os jogadores já estão em negociação com outra organização.

Gostaríamos de informar também que recebemos várias críticas de fãs dizendo que “não investíamos” no CS:GO porque as premiações eram baixas – Ressaltamos que isso não é relevante para nossa organização pois não tínhamos nenhuma participação ou porcentagem no valor das premiações conquistadas pela equipe de FPS.

O KaBuM! e-Sports continuará investindo no cenário do FPS brasileiro e, em breve, apresentará maiores detalhes deste novo projeto.

O KaBuM! e-Sports entende que seu objetivo de investir, incentivar e impulsionar o cenário de CS:GO no Brasil foi atingido. Fomos a única organização a investir seriamente no CS:GO nos últimos anos – enquanto não havia interesse nenhum por parte de outras organizações brasileiras – e entendemos que este projeto, somado ao talento dos envolvidos, fez despertar novamente o interesse neste incrível e épico jogo conhecido como Counter-Strike.

A equipe de Global Offensive da KaBuM.TD era formada pelos seguintes jogadores:

 Gabriel “FalleN” Sguário
 Fernando “fer” Alvarenga
 Caio “zqk” Fonseca
 Lucas “Steel” Lopes
 Ricardo “Boltz” Prass

Você que nos acompanha sabe que o SITECS é uma organização série e que já está há 12 anos contribuindo para o cenário do Counter-Strike brasileiro, não competitivamente é claro, mas sempre promovendo o melhor do conteúdo para você, seja em notícias, downloads, utilitários, fórum e muito mais.

É hora de nós enxergamos para o nosso cenário competitivo atual e se dar conta da importância da equipe da KaBuM e-Sports!, que por vezes nos representou na Europa, Estados Unidos e vários outros campeonatos, de grande e pequena importância.

O importante, é que continuamos com estes jogadores com potencial grandíssimo, estaremos na torcida por eles, para que possa promover o nosso cenário competitivo e voltar a nossa “época de ouro” onde estávamos entre os melhores do mundo.

Walyson Vëras é um amante de Counter-Strike há mais de 10 anos, gosta de ocultismo, teorias da conspiração, vodka, chocolate e muita música eletrônica. Se juntou ao time do SITECS por volta de 3 anos atrás, já jogou profissionalmente, mas seus projetos foram por água abaixo por causa dos estudos, hoje é técnico em Redes de Computadores e estuda Produção Musical.

Deixa uma resposta

Your email address will not be published. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*