Keyd passa e garante classificação para quartas de finais

Depois de heróicos jogos contra  HellRaisers e  CLG, o time brasileiro consegue sua classificação para as quartas de finais da  ESL One Katowice 2015, além de $10.000 em premiação (cerca de 30 mil reais).

Depois de um dia cheio de confrontos intensos, com várias “lavadas” e outros resultados óbvios tivemos os resultados de quem irá disputar as quartas-de-finais da   ESL One Katowice 2015. No primeiro confronto do dia tivemos um clássifco francês  EnVyUs Titan, jogando o mapa Cbble, em uma partida disputada EnVyUs acabou saindo vitorioso por 16×14. O segundo jogo foi entre  PENTA e  LGB na Dust2, com parciais de 13 pontos para a LGB e 2 para a PENTA, finalizando a partida em 16×3 para o time norueguês (MVP:  Rain 21/9). O terceiro embate deu-se entre  fnatic e  vOx, em um jogo relativamente fácil para o time sueco que levou o primeiro half por 13 a 2, não foi difícil vencer o time australiano por 16 a 3 (MVPJW 20/7). Na quarta partida enfrentaram-se  FlipSid3 e  Na’vi em um clássico ucraniano que terminou com a vitória incontestável da Na’vi por 16×2, com parcial de 14 a 1 para o time vencedor (MVP:  Guardian 21×12). Às 11:17 horário de Brasília, iniciou-se o jogo entre  EnVyUs e  LGB no mapa Cache, com parciais de 9 rounds para o time francês a 6 do time norueguês, melhor para os franceses que levaram a partida por 16×8, sendo  Smiithz o MVP da partida com 22 frags e 8 mortes.  Titan e  PENTA protagonizaram o sexto confronto do dia, saindo a PENTA vencedora da disputa por 16×4, parciais de 11×4 (MVPDenis 28/12), assim eliminando o time francês. E não parou por aí, ainda pelo Grupo A, tivemos o embate de  FlipSid3 e  vOx para decidir quem seria eliminado da competição, a vOx levou a melhor e conseguiu respirar vencendo o time ucraniano no mapa Cache por 16×02 (MVP: Havoc 21/8 e TopGun 21/8).

 Virtus.pro”. (Fonte/Créditos: HLTV.org)

Em um jogaço entre  Na’vi e  Fnatic (pelo menos para a Fnatic), que decidiu quem seria o líder do grupo e classificaria-se para a próxima fase, o time sueco passou facilmente sobre o time ucraniano por 16×3 no mapa Inferno, com parciais de 14×1 (MVP: Guardian 22/8). Pelo grupo B, deu-se a disputa para saber quem iria classificar-se para a próxima fase entre  PENTA e  LGB na Dust2, re-editando assim o confronto anterior entre as 2 equipes, na qual o time norueguês saiu vitorioso na ocasião. Mas os alemães não estavam dispostos a seres eliminados e fizerem por valer, num jogo apertado que terminou em 16×12, o PENTA ganhou do LGB, classificando-se assim e eliminando o adversário (MVP: KRYSTAL 32/17 / Parciais: 8×7 PENTA).

Abrindo os trabalhos do Grupo C, enfrentaram-se  CLG e  HellRaisers no mapa Nuke. E quem diria que esse seria um dos jogos mais emocionantes do dia? Perdendo de 13 a 2, o time norte-americano encontrou forças e virou o placar vencendo o time do HR por 16 a 14, tendo  Tarik como seu MVP (26/21). E então chegou a hora esperada por todos Brasil vs Suécia mais uma vez, se no futebol nossa Seleção vai bem, no CS:GO nem tanto assim. Jogando Inferno, começando de CT nosso time não conseguiu segurar os avanços suecos e acabou fechando o primeiro half por 12 a 2 à favor do  NiP. Passando para TR a  Keyd conseguiu encaixar alguns rounds, mais nada que oferecesse risco à NiP, fechando o jogo por 16 a 9 para o time de  GeT_RiGhT (MVPXizt 26/18). Voltando para o grupo A, houve o jogo entre  vOx e  Na’Vi para decidir quem seria eliminado da competição. No mapa Inferno, o time ucraniano levou a melhor com parciais de 14 a 1 e resultado final de 16×3 (MVP: Guardian 22/8).

“Keyd Stars na ESL One Katowice 2015.” (Fonte/Créditos: HLTV.org)

Depois da derrota diante à  NiP, a  Keyd teria mais uma pedreira pela frente, a  HellRaisers. Exatamente às 15:33, iniciou-se o jogo de vida ou morte para ambos os times e também um dos mais emocionantes do torneio. O time liderado por  Fallen, começou de TR (seu lado mais forte), tentou impor seu estilo de jogo, mas foi parado pela muralha do HR, e acabou fechando o primeiro half por 10 a 5 para a HellRaisers. E assim com o a  CLG, o time que agora jogara como CT, segurou todas as tentativas da HR de plantar a C4 e heroicamente virou o placar e venceu o jogo por um placar apertado de 16×12, tendo como MVP o jovem Boltz que matou 24 inimigos e morreu 16. Mas mesmo assim não era o suficiente para o time manter-se no campeonato, e teve de esperar o resultado de CLG e NiP para saber quem seria seu adversário no último e decisivo confronto do dia.

Após este jogaço, inicou-se o jogo de  Virtus.pro e  3DMAX pelo grupo D. Como esperado o time polonês bateu facilmente o time finlândes por 16 a 5, com parciais de 12 a 3 (MVP: Neo 20/10).  Ainda pelo grupo D, tivemos o embate de  TSM e  Cloud9. Começando de CT o time dinamarquês, impôs seu ritmo no mapa Nuke e segurou o time norte-americano, fechando o primeiro tempo por 13 a 2. E como aconteceu nos jogos de  CLG e  Keyd, tivemos uma nova virada de mesa por parte do time da C9 que conseguiu reverter seu placar para 16×14, colocando assim o TSM na berlinda (MVP: DUPREEEH 27/21).

“Na foto  Ptr jogador da  CLG”. (Fonte/Créditos: HLTV.org)

No jogo dos vencedores do grupo C, enfrentaram-se  NiP e  CLG para a decisão de quem iria classificar-se para as quartas de finais. E sem titubear o time sueco mostrou à que veio neste campeonato, e na Mirage derrotou o time do querido  Ptr por 16 a 7 (MVP: friberg 25/13 / Parciais: 13 NiP x 2).  3DMAX e  TSM fizeram o confronto dos desesperados pelo grupo D, ou seja, quem perdesse estava fora do Major. Em uma partida de folga de começo para a Team SoloMid que havia começado de CT, o time dinamarquês fechou o half por 11 a 4 e finalizou o 3DMAX por 16×10, eliminando assim o time finlandês.

E chegou a hora do jogo decisivo para a  Keyd, o jogo que decidiria se o time brasileiro iria ficar, ou iria arrumar suas malas. E com toda a garra do mundo, nosso time usou sua vitória diante a  HellRaisers como inspiração e foi com tudo para cima do  CLG. O time tupiniquim nem pouco importou-se com a amizade criada com os jogadores norte-americanos e literalmente, atropelou o CLG por 14 a 2 no primeiro half na Dust2 de TR. Na virada para CT, conseguiu sofrer mais 6 rounds, mas parou por aí a tentativa do time de  Ptr, e a Keyd fechou a partida impecavelmente por 16 a 8 contra uma visivelmente desacreditada CLG (MVP: fer 24/11). Garantindo assim, sua vaga para as quartas-de-finais e $10.000.

E no jogo para a decisão do classificado do grupo D, tivemos  Virtus.pro e  Cloud9, que neste ponto do dia já estava entediante e cansativo, onde os 2 times brigaram e brigaram mas a VP saiu classificada do confronto por 16×11 (MVP: byali 22/17/ Parciais: 12 a 3 VP). Depois da derrota, a  Cloud9 foi obrigada novamente a jogar contra a  TSM (time que já havia derrotado antes) para disputar a vaga no Major, e em um jogo também igualmente chato, com pauses, o time dinamarquês ganhou por 16 a 8, eliminando a praticamente falida Cloud9 (MVP: dupreeeh 20/15 / Parciais: 9×6 TSM).

PhK
Paulo Henrique, 19 anos, estudante a Bacharel de Sistemas de Informação pela FACET em Curitiba no Paraná. Staff do SiteCS desde 2010.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Lost Password