Nesta tarde de sábado (1º), Pain Gaming e W7M se enfrentaram em busca da classificação para a final. Os bicampeões jogaram muito bem, não deram chances aos Bulls e estão, mais uma vez, nas finais da GC Masters.

Mais uma vez na Nuke

O primeiro mapa da primeira semifinal, entre Pain e W7M, foi a Nuke. A Pain, quem escolheu o mapa, começou do lado TR e ganhou com certa tranquilidade.

Variando as táticas, entre avanços rápidos e lentos, alguns clutchs ganhos, a Pain abriu um 11 a 4 na primeira metade do primeiro jogo, o que trouxe confiança para que pudessem ficar tranquilos do lado CT.

Já na virada de lados, a W7M tentou, mas não conseguiu bater de frente com a Pain. Os bicampeões não deram bobeira, fizeram um CT impecável e não perderam rounds.

Assim, a Pain abriu a contagem na MD3, com um 16 a 4 no placar.

Pra decidir a classificação!

Inferno foi o mapa de escolha da W7M, mas quem começou bem foi a Pain Gaming, que teve uma sequência de 6 rounds. A W7M ainda tentou buscar um equilíbrio nessa primeira metade, porém perdeu o half por 9 a 6.

Já jogando como CT, a W7M conseguiu empatar partida, deixando-a 9 a 9. O resultado pareceu acender a Pain Gaming, que não deixou barato. Fez três rounds seguidos, perdeu um, mas repetiu o feito de três rounds e acabou com os sonhos dos Bulls de chegar à final.

Com isso, o jogo terminou 16 a 10 para a Pain e eles fecharam a MD3 por 2 a 0.

Destaque, novamente, para “pkl”, “biguzera” e “saffee”, cada um terminando com 20+ kills no segundo mapa.

Neste domingo, dia 2, a Pain decide a final, em busca do tri, contra o vencedor entre BOOM e RED Canids.