Download Counter-Strike Global Offensive

FURIA está nos playoffs da ESL One Cologne 2020

Os brasileiros da FURIA tiveram dois começos impressionantes, tanto na Inferno quanto na Vertigo, contra 100 Thieves. Mesmo o jogo tendo sido resolvido no último mapa, os furiosos estavam inspirados e bateram os australianos por 2 a 1.

Amanhã será a decidido o último time a ir aos playoffs da região norte americana. O duelo será entre Team Liquid e Cloud9. Os dois times já se enfrentaram no começo do torneio, com vitória da Liquid.

Início furioso

FURIA teve um início avassalador, na Inferno, pra cima da 100 Thieves. O time brasileiro fez um primeiro half praticamente perfeito, perdendo apenas um round e começou a série com tudo.

O resumo da partida é, basicamente, um “ganhou e pronto”. Os furiosos não tomaram conhecimento dos australianos, ganhando a maioria dos rounds na bala e, com VINI jogando muito, a FURIA foi para o lado TR ganhando por 14 a 1. Então, sem mais nem menos, o time brasileiro ganhou os últimos dois rounds restantes e o mapa acabou 16 a 1.

Nada de 2 a 0

Na Mirage, os dois times tiveram um jogo muito diferente do primeiro, bem mais equilibrado. Dessa vez, a 100T resolveu virar uma pedra no sapato da FURIA e não deixou que a série acabasse em um 2 a 0.

A FURIA, que estava no embalo do atropelo, ganhou o pistol, mas quem tomou conta do placar foi a 100 Thieves. Os australianos acordaram para o jogo e seguraram os brasileiros, fazendo com que a primeira metade acabasse 9 a 6. Na etapa final, os dois times ganharam algumas sequências de rounds, mas a vantagem, que a 100T conquistou no começo do jogo, foi mantida e eles levaram a série para o último mapa, após ganharem a Mirage por 16 a 13.

Sai da frente, que atrás vem a FURIA

A série foi decidida em Vertigo e, novamente, a FURIA teve um começo de dar inveja e, apesar da 100 Thieves ter buscado reagir, os brasileiros tiveram calma para ganhar o jogo e conquistar a classificação.

Parecia que a FURIA estava preparada para fazer placares elásticos hoje. Jogando como TR, os furiosos conseguiram entrar nas defesas australianas com facilidade e deixaram a 100T em uma situação complicada, já que os brasileiros ganharam o primeiro half por 13 a 2. O time australiano ainda tentou correr atrás, diminuindo um pouco o prejuízo, mas não era o dia deles. No fim das contas, a classificação da FURIA veio com a vitória por 16 a 7.

Estudante de Publicidade e Propaganda, Athleticano sofredor, pintor de paredes do CS e escritor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Lost Password