Sem nem dar chances para a Liquid, Astralis mostrou o porquê de ser considerado o melhor time da história do CS:GO e venceu por 3 a 0.

A final foi disputada em uma melhor de cinco e, apesar da boa campanha dos estadunidenses, os dinamarqueses não tiveram dó, levantando a taça.

Inferno

O primeiro mapa começou equilibrado. A Astralis tomou a frente, mas a Liquid virou e os dois times ficaram nessa troca de lideranças até o 12º round, quando os dinamarqueses tomaram a frente. Nisso, a Astralis foi para o lado CT vencendo por 9 a 6.

Na segunda metade, o time dinamarquês embalou cinco rounds seguidos e a Liquid imitou a dose, mas não foi suficiente pra encostar-se ao placar. Mesmo com a tentativa de remontada do time norte-americano, a Astralis venceu o mapa por 16 a 11.

Overpass

Dessa vez, os dinamarqueses vieram arrebentando as esperanças da Liquid. O início do mapa foi marcado pelos oito rounds seguidos da Astralis, que jogava como CT. Os estadunidenses não conseguiam encaixar suas táticas, só fizeram dois rounds e perderam o primeiro half por 13 a 2.

A Liquid ainda conseguiu pontuar, segurando os avanços da Astralis, mas, como a vantagem dos dinamarqueses era muito grande, os esforços não foram suficientes. A Astralis fechou, com o mesmo placar do mapa anterior, o mapa em um 16 a 11.

Dust2

Nada mais legal para o time dinamarquês do que fechar a série no mapa mais consagrado da franquiade Counter-Strike: Dust2.

Pela primeira vez nessa MD5, quem abriu o placar foi a Team Liquid, mas tudo que é bom dura pouco. Em poucos rounds, a Astralis tomou conta da primeira metade e venceu pela vantagem mínima.

Os dinamarqueses mantiveram sua defesa sólida, no segundo half, começando com quatro rounds seguidos. Deixaram a Liquid vencer somente três rounds e acabaram com o mapa, e a série, em 16 a 10.