O que podemos esperar do Faceit Major: London 2018?

Passado o último grande campeonato, pré-major a DreamHack Masters Stockholm 2018, mostrou que grandes times e grandes surpresas devem acontecer no campeonato oficial da Valve, deixo aqui alguns pontos que me marcou durante a DreamHack deste último fim de semana.

Lógico que ver a North campeã não era aguardado por ninguém, mas registrar que a North derrotou a Astralis na final que passou pela mibr e NiP sem perder nenhum mapa é um grande feito para a equipe da North que jogou uma Dust 2 depois de perder por 16-0 para a mousesports.

Assistir um jogo sólido da mibr deixa a gente sonhar e pensar onde podemos chegar com este time no major, um campeonato diferente de todos os outros desperta monstros adormecidos muitas vezes sem o brilho que acostumamos ver como Marcelo “coldezera” David e Gabriel “Fallen” Toledo.

Ver mousesports (tenho um carinho especial) vencer um mapa por 16-0 e perder de virada para a North foi impensável durante aquilo que passava diante dos nossos olhos na Dust 2.

Senhoras e senhores este major tende a ser um dos mais imprevisíveis da história será que dá Astralis? O primeiro título da FaZe? mibr vai cravar sua marca no CS:GO? … Estamos a dias de descobrir 😉

By
Bacharel em administração, Palmeirense fanático, palestrante desmotivacional, adepto a barba de mendigo, amante de qualquer Fps, estudante de CS:GO aficionado e newbie nas horas vagas. :)

Deixa uma resposta

Your email address will not be published. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*