Brasil Game Cup de CS:GO já tem os finalistas definidos

Um dos principais torneios de e-sports do Brasil, a Brasil Game Cup (ou BGC) decidiu seus finalistas nas duas finais que ocorrem durante a Brasil Game Show.

Pelo lado feminino deu talvez as duas melhores equipes do cenário atual, a equipe da Vitória e-sports e do outro lado a Não Tem Como.

Vitória e-sports é nossa velha conhecida Keyd-Stars, já a NTC feminino foi contratada recentemente e tem Amanda “Dinha” Gomez e Suelen “suzii” Ferreira veteranas do cenário, o que promete um belo espetáculo na final.

Um dos jogos mais aguardados, quando as mulheres sobe no palco o olho no olho é uma marca registrada da competição. Amigas sim, mas, competição a parte Gabriela “Gabs” Maldonado e Bruna “Bizinha” Marvilha já estiveram ao lado de algumas players da NTC, mas agora disputam o título da BGC.

Na outra final a masculina, ambos os times são favoritíssimos desde o inicio da competição, a team Wild (ex-virtue) passou pela Yeah Gaming e a W7M pela INTZ.

Team Wild tem mostrado uma certa força para dominar o cenário nacional, batendo equipes favoritas tem se destacado tanto que dos últimos quatro torneios que disputou, venceu os quatros.

A W7M já teve dias de glórias, hoje entre as melhores equipes não consegue mais se impor diante dos adversários na hora das disputas de títulos, será uma grande final com toda certeza, mas a W7M precisa de muito para provar que merece esse título contra uma Wild sem freio.

As finais irão ocorre durante a Brasil Game Show nos dias 11 (masculino) e 12 (feminino) de outubro.

 

GGWP

By
Bacharel em administração, Palmeirense fanático, palestrante desmotivacional, adepto a barba de mendigo, amante de qualquer Fps, estudante de CS:GO aficionado e newbie nas horas vagas. :)

Deixa uma resposta

Your email address will not be published. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*