Dota 2: Alliance conquista Star Series XIV

Após vencerem a World Cyber Arena no fim do ano passado na China, e faturarem cerca de 370 mil dólares,  Alliance volta a vencer, agora em Minsk, na Bielorússia e faturam cerca de 120 mil dólares.

O torneio para os suecos não foi tão tranquilo, logo antes de chegarem na Bielorrússia, tiveram problemas com o tempo, e uma tempestade de neve cancelou o voo da equipe para o evento, sendo assim, foram obrigados a fazer uma outra escala aonde tiveram a notícia que a organização do campeonato iria substituí-los pela equipe local  Power Rangers. Porém, a organização acabou sendo compreensível com os suecos que já estavam à caminho do evento e reagendaram suas partidas.

Porém, o time da  Alliance não mostrou sua melhor forma em sua primeira partida, logo e um clássico para os amantes do Dota2 contra a equipe da  Natus Vincere. Porém se recuperaram ao vencer o time da  Fnatic de  Mushi. Na terceira partida, voltaram a serem derrotados, agora pelos Russos do  Team Spirit, deixando os suecos com uma difícil missão para o último dia, vencer  os fortes  LGD Gaming e  Evil Genesis para se classificarem aos Playoffs. No primeiro confronto, os suecos tiveram uma certa facilidade vencendo em cerca de 26minutos com um placar de 15 – 3. Já na última partida, com uma throne race bem tensa no final,  Alliance vence os campeões do The International e se classificam em segundo lugar do grupo para os Playoffs.

dota2

Nas quartas-de-final, o adversário seria o forte  Team Secret, em um jogo bem disputado, com viradas em batalhas pelo Roshan, vencidas pelos suecos, resultaram na vitória do  Alliance em uma série 2-1.

As semi-finais foram contra o  Team Liquid, que se classificou diretamente nessa fase por ser o primeiro colocado de seu grupo.  S4 já havia dito após a vitória contra a  Team Secret que o  Team Liquid era o adversário que mais os preocupavam dentro os semifinalistas, mas os suecos não deram chance e fecharam a série em 2-0, com boas jogadas de  s4 e seu Batrider, que após tomar First blood, já estava 3-1 em pouco tempo.  

A Final ficou para uma possível revanche dos americanos do  Evil Genesis, mas com boas rotações e ótimas battles os suecos mostraram que estão de volta, fechando a série em 2-0, sem deixar nenhum kill para o carry adversário de  Arteezy, que jogou com Luna e Spectre

Deixa uma resposta

Your email address will not be published. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*