Números e fatos do ELEAGUE Major 2017

Sem dúvidas o evento que começará em 22 e irá até 29 de Janeiro terá uma das maiores variedades já vistas em todos os majors organizados pela Valve.

O ELEAGUE Major 2017 irá ocorrer em Atlanta, Estados Unidos. A cidade de 440 mil habitantes (censo 2012) intrincada no estado da Geórgia, irá receber os melhores jogadores de CS:GO do mundo neste mês. E haja jogadores, no total o evento contará com 80 jogadores de 16 times e contando os coaches, teremos 94 integrantes das equipes na cidade. Dentre todos esses jogadores temos diversas nacionalidades e aqui deixamos a contagem oficial:

Por país (individual)

País Total
Dinamarca 14
Suécia 13
França 12
Ucrânia 11
Brasil,  Polônia e Estados Unidos 6
Rússia 5
Eslováquia e Cazaquistão 3
Noruega, Espanha, Canadá, Finlândia e Alemanha 2
Holanda, Bélgica, Portugal, Bulgária e Bósnia e Herzegovina 1
Total 94

 

Por país (times)

País Total
Sem país específico 6 (FlipSid3 Tactics, Na’Vi, mousesports, FaZe Clan, OpTiC Gaming, HellRaisers)
Dinamarca 2 (Astralis e North)
Suécia 2 (fnatic e GODSENT)
França 2 (Team EnVyUs e G2 Eports)
Brasil 1 (SK Gaming)
Estados Unidos 1 (Team Liquid)
Polônia 1 (Virtus.pro)
Cazaquistão 1 (Gambit Esports)
Total 16

 

Por continente (individual)

Continente Total
Europa 76
Américas 15
Ásia 3
Total 94

 

“Dinamarqueses na frente dos suecos, que é históricamente o berço do CS” (Fonte/créditos: HLTV.org)

Sem dúvidas, o domínio Europeu no CS:GO ainda é grande, porém, começamos a ver diversos países europeus representados no cenário, como é o caso da Espanha, que pela primeira vez na história terá 2 jogadores em um major. O país já contou com 1 espanhol na ESL One Cologne 2016, onde o jogador Oscar “mixwell” Cañellas participou pela equipe da OpTiC Gaming. Outro fato curioso é a Gambit, que deixou de ter predominância Russa e passou a ser Cazaque. O time contou com 3 russos e 2 cazaques em Cologne e agora conta com 3 cazaques, 1 russo e 1 ucraniano.

 

Outros números e fatos

Dos 8 desafiantes (challengers) deste major, 6 foram desafiantes do major passado. São eles: FaZe Clan, mousesports, G2 Esports, EnVyUs, OpTiC Gaming e North (ex-dignitas). Os outros 2 (FlipSid3 Tactics e Gambit Esports) são agora lendas (legends).

Outro fato é de que o time sueco da Ninjas in Pyjamas ficará de fora de um major pela primeira vez na história dos majors de CS:GO. O time que foi campeão da ESL One Cologne 2014 e vice-campeão 4 vezes, caiu na fase de grupos do último major e precisou disputar um qualificatório para tentar uma vaga como desafiante no ELEAGUE Major 2017, porém acabou perdendo para o Vega Squadron por 16×02 e ficou de fora.

Dos 94 jogadores que estarão presentes neste major, 22 deles já conquistaram um título de major, são eles: os suecos JW, flusha, pronax,  krimz, olofmeister e znajder. Os franceses Happy, kioShima, NBK, apeX, kennyS, shox e SmithZz. Os poloneses NEO, TaZ, Snax, pasha e byali. E por fim: os brasileiros FalleN, fer, cold e TACO.

Juntando os títulos dos times participantes remetemos a 7 majors (3  fnatic, 2  SK/LG1  Virtus.pro, 1  EnVyUs) de 9 majors já disputados na história.

“Diversidade será ponto alto deste major” (Fonte/créditos: HLTV.org)

Histórias de vida

O participante mais velho do torneio será  Robert “RobbaN” Dahlström, lenda do CS 1.6, que hoje tem 31 anos, seguido de perto por  Danny “zonic” Sørensen e  Wiktor “TaZ” Wojtas com 30 anos. Os participantes mais novos serão  Jonathan “EliGE” Jablonowski,  Alexandre “bodyy” Pianaro,  Oleksandr “s1mple” Kostyliev,  Kristian “k0nfig” Wienecke e  Keith “NAF” Markovic, todos com 19 anos.
* podem existir outros jogadores mais velhos ou mais novos, porém, o que existe de registro são esses

“TaZ o um dos jogadores mais velhos de CS:GO” (Fonte/créditos: HLTV.org)

Recordes e novidades

Este será o major mais longo da história do CS:GO, a competição ocorrerá em 8 dias, 3 a mais que o detentor do antigo recorde, DreamHack Cluj-Napoca 2015 que foi realizado em 5 dias na Romênia e teve como campeão a EnVyUs.

Também será o primeiro major televisionado em cadeia nacional por um canal de TV fechado nos Estados Unidos. Fato parecido ocorreu no Brasil, onde a final da ESL One Cologne 2016 foi transmitida no canal SporTV.

Este será o terceiro major a premiar com US$1,000,000 (cerca de R$3.000.000,00 na cotação atual).

É o segundo major realizado em solo estadunidense. O primeiro foi MLG Columbus 2016.

Será o primeiro a ter formato suíço como forma de competição.

“Esperamos quebrar também o recorde de público/telespectadores” (Fonte/créditos: HLTV.org)

Por fim, este será um grande evento com proporções que podem mudar de vez o rumo do CS:GO mundial, mais investimentos, mais torneios e quem sabe até mais apoio da Valve para as equipes. Esperamos que esse seja também um major que termine com comemoração verde-amarela e que nossos representantes vençam e tragam o título para solo tupiniquim.

“Será que a equipe comandada por Gabriel ‘FalleN’ Toledo terá capacidade de vencer mais um e igualar-se à fnatic?” (Fonte/créditos: HLTV.org)

Diga o que você pensa nos comentários, compartilhe e curta. Não esqueça que teremos uma cobertura completa aqui na SITECS.

 

By
Paulo Henrique, 19 anos, estudante a Bacharel de Sistemas de Informação pela FACET em Curitiba no Paraná. Staff do SiteCS desde 2010.

Deixa uma resposta

Your email address will not be published. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*